E a Leia Abriu as Torneiras da Ternura

15,30 

O livro conta a história de Leia, uma menina recém-nascida que começa a descobrir, aos poucos, o mundo que a rodeia. Leia vive na Ilha-Verde-Sossego, onde à medida que cresce vai conhecendo as cores, os sons, os cheiro, os pássaros, as flores, o calor e a chuva, o dia e a noite. Porque «É preciso tempo para aprender e paciência para saber. E não esquecer. Nunca».

Afonso de Melo trabalhou, colaborou e escreveu, a grosso ou a retalho, para a Soberania do Povo, Semanário, O Liberal, O Século, O Jornal, A Bola, O Jogo, O Comércio do Porto, A Capital, Record Dez, Focus, Vida Mundial, Jornal de Letras, Atlântica, Privado, O Benfica, suplemento Fugas do Público. É actualmente Redactor-Principal nos jornais i e Sol. / Ana Mesquita nasceu em Moçambique, em Janeiro de 1967. Formou-se em Design no CITEX - Centro de Formação do Têxtil e do Vestuário, no Porto, em 1991. e pós-graduou-se em Jornalismo na Universidade Autónoma de Lisboa, em 1998, com um estudo sobre a imprensa feminina. É uma artista visual cuja obra varia entre o desenho digital, a video-arte, a realização, a pintura de murais, a composição em colagem e criação de cenários para espectáculos musicais.

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 24 × 15,5 cm

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “E a Leia Abriu as Torneiras da Ternura”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *