Não se Foge à Noite Que Cai

15,30 

Raul Cordeiro é um fotógrafo de renome mundial, que mora em Londres. De regresso à terra natal, uma vila de Trás-os-Montes, o seu destino é a Pensão Nordeste, que pertence à família há quase um século. É o início de uma peregrinação pela memória, aos difíceis tempos da infância, à súbita morte do pai, ao primeiro e marcante amor. No presente, o conteúdo de um cofre acaba por enredá-lo numa espiral crimes, traições e mentiras.
Anos depois, um prisioneiro regista as suas últimas 12 horas de vida num caderno. O ambiente prisional está em polvorosa: um dos reclusos foi encontrado morto na cela. O mistério adensa-se, porque o prisioneiro que escreve nunca revela o seu nome. Qual é a sua identidade? Que crime o conduziu à prisão?
Duas histórias vertiginosas que apenas no final se cruzam, revelando-se duas faces da mesma moeda. Neste drama psicológico, tenso e viciante, cheio de reviravoltas, o autor volta a mostrar o seu toque humano e sensível ao retratar os grandes desafios da vida. E o epicentro de tudo é o Verão Quente de 1975, com a sociedade portuguesa dividida e à beira da guerra civil.

REF: 9789899185760 Categorias: , Etiquetas: ,

Professor e escritor, reside e lecciona no Porto. As suas raízes familiares estão na Beira Alta, tendo nascido em Castro Daire, em 1971. Licenciou-se em Humanidades, na Universidade Católica Portuguesa, em Viseu, e concluiu o mestrado em Ensino da Língua e Literatura Portuguesas, na UTAD, em Vila Real. Em 2021, lançou Também há Cores na Escuridão, vencedor do Prémio de Melhor Obra de Ficção Literária, atribuído pela editora Cordel d’Prata, no ano do seu
lançamento. Em 2022, publicou o romance O Sol na minha Mão, lançado na Feira do Livro de Lisboa e galardoado com o Prémio Literário Entre Palavras, na categoria Romance Histórico. O seu mais recente trabalho, Não Se Foge à Noite Que Cai, publicado sob a chancela da Oficina da Escrita, reafirma o seu gosto pela História, que o leva a entrelaçar factos com o mundo ficcional, pensando o passado à luz daquilo que o preocupa no tempo presente. Desde cedo apaixonado pela leitura, assume como fontes de inspiração Saramago e Steinbeck, entre outros escritores que retratam os dilemas humanos da desigualdade e injustiça social.

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 15 × 23 cm

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Não se Foge à Noite Que Cai”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *