Alcácer do Sal durante a Idade do Ferro

16,20 

Alcácer do Sal é um dos mais complexos e notáveis sítios arqueológicos portugueses, representando, no conjunto de sítios orientalizantes peninsulares, uma absoluta excepção. Em primeiro lugar, a diversidade de áreas distintas do ponto de vista funcional é inédita no território actualmente português, e muito rara em outras áreas da Península Ibérica e mesmo no próprio Mediterrâneo. A existência comprovada de dois espaços de morte, de outros dois sacros (um portuário, outro urbano), de áreas residenciais e industriais e de zonas comerciais é um facto inquestionável. Por outro lado, a Idade do Ferro parece ser, em Alcácer do Sal, influenciada por uma multiplicidade de áreas culturais, com presenças de elementos materiais quer do mundo ibérico, quer do “tartéssico”, primeiro, e turdetano, depois, quer ainda do púnico/gaditano.
No conjunto de sítios orientalizantes peninsulares, constitui-se como uma absoluta excepção. Em primeiro lugar, a diversidade de áreas distintas do ponto de vista funcional é inédita no território actualmente português, e muito rara em outras áreas da Península Ibérica e mesmo no próprio Mediterrâneo. A existência comprovada de dois espaços de morte, de outros dois sacros (um portuário, outro urbano), de áreas residenciais e industriais e de zonas comerciais é um facto inquestionável.
Por outro lado, a Idade do Ferro parece ser, em Alcácer do Sal, influenciada por uma multiplicidade de áreas culturais, com presenças de elementos materiais quer do mundo ibérico, quer do “tartéssico”, primeiro, e turdetano, depois, quer ainda do púnico/gaditano.

REF: 9789899112964 Categorias: , Etiquetas: ,

Ana Margarida Arruda é Investigadora da Universidade de Lisboa e Professora da Faculdade de Letras de Lisboa.
A sua investigação foca-se, sobretudo, em temas relacionados com os colonialismos antigos e nos meios indígenas em que estes actuaram. Neste contexto, tem desenvolvido estudos acerca da presença fenícia no território português, através da análise de espólios, estruturas e sítios, debruçando-se sobre a forma como esta formatou a Idade do Ferro do Extremo Ocidente. Outros temas, como a cerâmica grega e os processos de romanização têm também sido alvo de trabalhos da sua investigação.
Tem cerca de 300 títulos publicados, entre livros (quatro), artigos em revistas nacionais e internacionais, capítulos de livros, portugueses e estrangeiros, e contribuições em Actas de Congressos.
Dirigiu sete dissertações de doutoramento (estando outras três em curso) e 35 de mestrado, tendo participado em várias provas académicas como membro do júri em Universidades Portuguesas (Lisboa e Coimbra), espanholas (Complutense de Madrid, Autónoma de Madrid, Pompeu Fabra de Barcelona, Sevilha, Cádis) e Francesa (Universidade de Pau).
Foi investigadora principal em dois projectos competitivos financiados pela FCT e dirigiu outros apoiados pelo Ministério da Cultura e por câmaras municipais. É investigadora de três projectos espanhóis e consultora científica de outros três.

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 15 × 23 cm

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Alcácer do Sal durante a Idade do Ferro”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *