Coimbra e a República

Original price was: 18,00 €.Current price is: 16,20 €.

No dia 5, à noite, corre em Coimbra que a República fora proclamada, o que provoca que, na Praça do Comércio (onde se situava o Centro José Falcão) se juntasse muita gente.
E quando, cerca das 3 horas da manhã do dia 6 de Outubro, um emissário do governo republicano, entretanto formado, confirma a proclamação da República, há grandes manifestações de regozijo, acompanhadas do lançamento de foguetes, sendo arvorada no edifício da Câmara e na Universidade a bandeira republicana, como nos informa o “Notícias de Coimbra”, do dia 8 de Outubro.
O mesmo jornal descreve que “a filarmónica Boa União toca a Portuguesa, formando-se um cortejo em direcção ao Governo Civil, aonde se encontra já o novo Governador Sr. Dr. Fernandes Costa”. Na sede do Governo Civil (então, na Rua Larga, onde hoje se encontra a Faculdade de Medicina) a passagem do testemunho do até então governador, Dr. José Jardim, faz-se com toda a urbanidade, sendo mesmo cumprimentado à saída do edifício.
O extenso cortejo regressa à Baixa, ao som de vivas à Liberdade e à Republica,terminando na Praça do Comércio, cerca do meio-dia.

Carlos Santarém Andrade nasceu em Gouveia a 12 de janeiro de 1941. Licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, possui o Curso de Bibliotecário–Arquivista da Faculdade de Letras da mesma Universidade, tendo exercido o cargo de diretor da Biblioteca Municipal de Coimbra. Foi redator da revista "Vértice" e diretor do "Arquivo Coimbrão", tendo colaborado em vários jornais e revistas com artigos de índole literária e temática coimbrã. É autor, entre outras, das seguintes obras: Presença, uma Revista, um Movimento, 1980. Vértice: Índice de Autores 1942 – 1986, 1987. Coimbra na Vida e na Obra de Camilo Castelo Branco, 1995. A Envolvência Coimbrã de Régio e Nemésio, 2001. Os dias de Coimbra na Criação de Miguel Torga, 2003. Uma Página do Movimento Republicano em Coimbra: Do Ultimato Inglês ao 31 de Janeiro, 2005. Coimbra à Minha Procura: O Percurso Coimbrão de Ruben A., 2005.

Informação adicional

Dimensões (C x L x A) 16,5 × 24 cm

Avaliações

Ainda não existem avaliações.

Seja o primeiro a avaliar “Coimbra e a República”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *